Dor nas articulações, diminuição da mobilidade articular, perda de flexibilidade, estalos e até inchaço: estes são alguns sintomas que a osteoartrite no joelho pode causar. É a forma mais comum da condição de artrite, caracterizada por desgaste das cartilagens, que ocorre com a idade mais avançada ou por causas secundárias, que explicaremos mais para frente – acompanhe!

De acordo com o portal de conteúdos médicos PEBMED, um estudo feito com mais de 22 mil pessoas revelou que a idade média de quem é acometido pela condição no joelho é de 55-70 anos. E por quê? O processo degenerativo natural que ocorre com o envelhecimento propicia o surgimento da condição – e essa causa é denominada artrose primária.

osteoartrite

Destacamos a importância de sempre cuidarmos da saúde da cartilagem – se elas não existissem, os ossos se chocariam uns contra os outros. Nas cartilagens, há 70% de água, e elas são formadas por uma rede elástica de colágeno e agregados de moléculas grandes; a osteoartrite se instala quando o conteúdo líquido aumenta na região interna do tecido cartilaginoso.

Exercício físico: o aliado para tratar a osteoartrite no joelho

O diagnóstico da osteoartrite é feito pelo exame clínico e via radiografia e, tratando adequadamente, é possível retardar a progressão da doença e diminuir os sintomas – principalmente, a dor. É seu médico é quem vai avaliar e determinar o tipo de tratamento, pois cada caso é único, e as indicações podem ser diferentes de uma pessoa para outra.

Um dos meios mais eficazes para tratar a osteoartrite no joelho e também aumentar a capacidade aeróbia não é complicado e está ao nosso alcance: exercício físico. Caminhadas, natação e pilates auxiliam na melhora cardiovascular e no processo de emagrecimento, colaborando para o controle da condição. As atividades ajudam a fortalecer os músculos, aumentando a massa óssea e reduzindo a dor.

Há, ainda, os exercícios específicos que os médicos especialistas podem prescrever, indicados para manter a boa funcionalidade articular de quem sofre com a osteoartrite no joelho e fortalecer os membros inferiores de forma geral. A fisioterapia e alguns medicamentos também podem completar o tratamento – e novamente: o ortopedista é quem irá analisar qual a forma mais eficaz.

Para quem tem osteoartrite, ficam aqui algumas dicas:

  • Atividades físicas de impacto e que exigem carregar peso devem ser avaliadas por seu médico – há caso em que são indicadas, pois ajudam no ganho de massa muscular e melhora da força;
  • Opte pelos sapatos confortáveis;
  • Perca peso, invista em uma alimentação balanceada;
  • Repouse elevando as pernas;
  • Pratique os exercícios aeróbicos pelo menos três vezes por semana.

Apesar da maioria dos casos de osteoartrite no joelho ocorrerem devido ao envelhecimento natural, a prevenção não deve ser ignorada. Ou seja: atente-se à sua saúde, invista em uma alimentação balanceada, se exercite, cuide do joelho – chegue à terceira idade saudável!