Você já ouviu falar em medicina integrativa? É a prática que reafirma a importância da relação
e parceria entre o paciente e médico para a manutenção da saúde e a responsabilidade que
ambos têm no processo; esse conceito multidisciplinar trabalha desde o estilo de vida, até a
forma como o indivíduo se relaciona com o ambiente.

Em meio a essa pandemia do coronavírus, a responsabilidade compartilhada presencial de
cuidados com a saúde precisou dar uma pausa, e assim, os termos “cuidar de si mesmo” e
“usar os serviços médicos com responsabilidade” se tornaram muito mais importantes. A
medicina integrativa defende isso: participar ativamente da própria saúde, se autocuidar, ter uma
responsabilidade individual.

E de que forma? Por meio da adesão: aderir às orientações do seu médico e cumprir a sua
parte no processo para ter um resultado positivo e rápido. É preciso entender que o sucesso
de um tratamento não depende só do que o especialista prescreve, mas também do paciente
seguir e cuidar da saúde como um todo – o trabalho em conjunto faz a diferença!

E esse conceito de se autocuidar não se limita apenas à saúde física, mas à mental também. Corpo e mente caminham juntos, pois nossos hábitos se refletem em nossa saúde e em como vamos reagir às orientações médicas.

autocuidar

Autocuidar: a sua adesão compõe o processo de prevenção

Como começar a colocar em prática o conceito se se autocuidar?

● Cuidar do bem-estar mental;
● Praticar atividade física – já demos algumas dicas de exercícios em casa por aqui;
● Investir em uma dieta equilibrada;
● Evitar comportamentos arriscados;
● Colocar em prática a boa higiene e uso racional de produtos;
● Seguir os tratamentos prescritos pelo médico;
● Utilizar de forma adequada os serviços médicos;
● Não fumar;
● Não parar tratamentos médicos por conta própria – o início e fim devem ser sinalizados
por seu médico.

Pode parecer simples ou comum, mas essas ações assumidas de forma prática e verdadeira em
sua rotina são essenciais para cuidar da sua saúde – e são de sua responsabilidade. Nessa
época de pandemia do coronavírus, por exemplo, dar mais atenção à alimentação, manter o
corpo ativo e lavar as mãos significa manter a imunidade boa, evitando o risco de contrair
doenças virais; no caso da COVID-19, ficar em casa (quem pode, naturalmente) é essencial.

Estas ações dependem estritamente do próprio indivíduo – não há médico que vá te fazer
comer melhor ou tomar os remédios corretos no horário se você não aderir ao que ele pede
em sua rotina.

Converse com seu médico – neste momento, à distância, sempre que puder – para entender
um mais sobre a medicina integrativa e como você pode assumir a responsabilidade pelo papel
que tem em sua saúde, especialmente ao aderir a bons e novos hábitos. Essa parceria
promove benefícios para todos!