Atletas ou amadores que praticam esportes de alta demanda física, como o futebol, basquete e artes marciais, entre outros, que exigem movimentos rápidos e que envolvem mudança de direção são mais suscetíveis a apresentar lesões no joelho, e uma delas é a lesão do ligamento cruzado anterior (LCA).

O que é e como ocorre essa lesão? O LCA é uma importante estrutura fibrosa que tem como função estabilização do joelho. Vale ressaltar que os ossos são conectados entre si por meio de ligamentos – elas são as estruturas responsáveis por ligar diferentes ossos entre si.

lesão do ligamento

Quando o ligamento é lesionado, geralmente ocorre ruptura ou estiramento, após um trauma torcional do joelho. Rodar o corpo rapidamente deixando o pé fixo no chão, comum durante a prática esportiva, apoiar os pés incorretamente depois de um salto e parar muito rápido muitas vezes são ações que provocam a lesão – e que pode ser classificada em uma escala de gravidade:

  • Grau 1 – é o estiramento sem ruptura;
  • Grau 2 – quando ocorre ruptura parcial;
  • Grau 3 – ruptura total do ligamento. 

Na hora do trauma, a pessoa pode sentir dor súbita no joelho, inchaço logo nas primeiras horas e desconforto ao caminhar. Ainda, é possível que ouça o estalo, tenha a sensação do joelho saindo do lugar e, o mais importante, passe a sentir instabilidade no joelho.

A lesão do ligamento cruzado anterioracomete mais os homens, principalmente na faixa etária dos 40 anos – como mostra um artigo publicado pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) – página 3.

Diagnóstico e tratamento precoce

Por se tratar de uma lesão traumática, é importante que a pessoa coloque gelo no joelho logo após o estiramento e, depois, procure um médico o quanto antes para avaliação e indicação de tratamento. O tratamento inicial é o o que chamamos de protocolo PRICE: Proteção (imobilização), Repouso, Ice/Gelo, Compressão e Elevação do membro.

Na consulta, o especialista fará a avaliação física, entender o que causou a lesão e saber quais sintomas o paciente sentiu. Associada a essa avaliação, pode solicitar uma ressonância magnética do joelho para fechar o diagnóstico.

O tratamento varia de acordo com cada caso, pois depende do grau que o LCA foi rompido, por exemplo. Em alguns casos, a fisioterapia é a forma escolhida de tratamento; porém, em muitos outros, a cirurgia é mais indicada, principalmente quando se trata de um atleta que precisa retomar a sua rotina de exercícios rapidamente.

E como a cirurgia da lesão do ligamento cruzado funciona? O objetivo é restaurar a anatomia e a biomecânica do joelho, permitindo que o paciente volte a praticar esportes ou atividades cotidianas sem o risco de novas lesões. Via videoartroscopia (procedimento cirúrgico que permite olhar para o interior de uma articulação), o especialista substitui na cirurgia o ligamento lesionado por um enxerto de tendão.

A técnica e o tipo de cirurgia escolhidos dependerão da preferência do médico, após analisar o caso e as características de cada paciente. E mais: o pós-operatório é um ponto muito importante para o tratamento, para retomar a força, agilidade e estabilidade do joelho – e a fisioterapia irá auxiliar na recuperação completa. Sendo assim, fez um dos movimentos que citamos no início do texto e sentiu o joelho? Faça compressa com gelo, imobilize a região e procure atendimento médico o quanto antes – cuide de seu joelho para evitar fraturas!