A osteoartrite atinge cerca de 15 milhões de brasileiros, até 80% das pessoas acima dos 65 anos têm essa doença.


Na maioria dos casos o tratamento conservador, sem cirurgia, baseado em fortalecimento dos membros inferiores, melhora da capacidade aeróbia e modificação dos hábitos de vida, entre outros, apresenta bons resultados e deixa o paciente satisfeito.

Nos casos de falha do tratamento conservador padrão inicial é possível lançar mão de infiltração articular e viscossuplementação. E em casos selecionados, com doença avançada, deformidade, ou falha de tratamento conservador adequado a prótese de joelho pode ser indicada, essa opção também apresenta bons resultados.


Apesar dos bons resultados alcançados com a prótese, nem todos os pacientes desejam se submeter a esse procedimento e existem também alguns riscos associados a essa cirurgia. Por isso, médicos e pesquisadores estão sempre em busca de tratamentos mais biológicos e menos invasivos, a fim de oferecer para os pacientes melhora dos sintomas e da qualidade de vida da forma mais segura possível, sem a necessidade de medidas muito invasivas.
Lipogems é uma nova opção terapêutica da osteoartrite, recém chegada ao Brasil e com bons resultados. Esse tratamento consiste em retirar cerca de 60mL de tecido adiposo, em um procedimento semelhante a lipoaspiração, que em seguida é processado para isolar células reparadoras e retirar substâncias indesejadas, e após o processamento é injetado dentro da articulação doente.


Essa nova alternativa é feita no centro cirúrgico, mas permite alta hospitalar no mesmo dia e retorno as atividades habituais do paciente já no primeiro dia depois da alta hospitalar. Os resultados apresentados nas pesquisas feitas até o momento são bastante promissores e essa pode ser uma boa alternativa para o tratamento da osteoartrite de alguns pacientes.
É importante deixar claro que a aplicação de Lipogems não substitui a prótese de joelho nos casos em que ela esteja indicada, como nos pacientes com artrose avançada e deformidade no membro.


Agende a sua consulta para conversarmos sobre essa e outras alternativas para o tratamento da sua osteoartrite.